Incerteza

Planejando suas finanças para um futuro incerto


O coronavírus mudou rapidamente as circunstâncias financeiras de milhões de brasileiros. Muitas pessoas tiveram perda parcial ou total de renda repentinamente. E, infelizmente, algumas famílias estão perdendo entes queridos.

Diante deste novo cenário de incerteza na economia, nos investimentos e na saúde, é cada vez mais importante a elaboração de um planejamento financeiro não somente no âmbito pessoal, mas também no familiar.

Chegou a hora de todos da família se reunirem e refletirem sobre suas necessidades e desejos e, consequentemente, ajustar o orçamento com base na adequação das receitas e das despesas.

O planejamento financeiro dará mais confiança para enfrentar os desafios da vida e proporcionará mais segurança aos entes familiares, pois todos estarão alinhados em relação aos objetivos e à situação financeira da casa, aos deveres e responsabilidades de cada um.

Dessa forma, além de todos passarem a compartilhar do conhecimento e a ajudar no controle das finanças da família, cada um poderá compreender melhor o seu papel, e saberá como deverá ser feita a organização e a gestão financeira se algum ente familiar vier a faltar ou se tornar incapaz de gerenciar as finanças.

Quem lida com as finanças da sua família?

Se você é o responsável financeiro da sua casa, seu parceiro(a) ou alguém de sua confiança poderá gerenciar o orçamento e as contas sem sua orientação?

Se você normalmente não lida com as finanças, saberia por onde começar?

Disponibilizamos abaixo algumas perguntas para vocês refletirem juntos. As respostas mostrarão como cada um está preparado para lidar com as finanças da família e também fornecerão uma lista de verificação das informações relevantes a serem compartilhadas.

Compartilhe informações financeiras com seu cônjuge ou alguém de sua confiança agora para evitar problemas mais tarde

É comum que os casais ou entes familiares compartilhem suas vidas financeiras, mas não a responsabilidade de gerenciar as finanças domésticas. Pode ser demorado revisar as contas, bem como os planos de gastos e economia todos os meses. Porém, se as responsabilidades mudarem inesperadamente, devido a uma doença súbita ou perda de um dos cônjuges, acelerar o processo rapidamente pode ser um desafio para a pessoa menos familiarizada com o assunto. Sem a ajuda de quem sempre administrou o dinheiro, quem ficou no comando poderá enfrentar grandes dores de cabeça.

Chame agora seu parceiro(a) ou alguém de sua confiança e comece a compartilhar a fotografia financeira da sua família para se preparar melhor para o futuro.

Você e seu cônjuge ou uma pessoa de confiança estão igualmente preparados para gerenciar as finanças domésticas? Faça o quiz para descobrir.

1. Você conhece o banco e outros números de conta de sua família e como acessar essas contas? Inclua qualquer cofre, contas de aposentadoria ou fundos de previdência, pensões, corretoras, etc.

2. Você conhece todas as propriedades e investimentos de sua família? Você sabe se você e seu cônjuge ou a pessoa de sua confiança são cotitulares, e os nomes dos beneficiários?

3. Você sabe que dinheiro está entrando em sua casa? Onde é depositado? Por exemplo, onde os contracheques são depositados?

4. Você sabe quais pagamentos sua família está fazendo? Pense sobre:

  • Financiamento imobiliário ou aluguel
  • Pagamentos de empréstimo automático
  • Contas de serviços públicos (luz, água, gás)
  • Cartões de crédito
  • Celular
  • Impostos sobre a propriedade (IPTU)
  • Seguro

5. Você sabe quando as contas vencem e como são normalmente pagas? Elas são pagas on-line, por débitos automáticos ou via agência bancária?

6. Você e seu cônjuge ou a pessoa de sua confiança têm testamento, procurações e documentos legais similares? Você sabe onde eles estão? Eles estão atualizados?

7. Você e seu cônjuge ou a pessoa de sua confiança possuem seguro de vida? Você sabe quais são as características e as coberturas incluídas?

Depois de conhecer lacunas de conhecimento, vocês poderão trabalhar em conjunto tendo acesso às mesmas informações.

Pequenas ações podem ajudar a iniciar este processo

1) Programe um horário para examinar a situação financeira da família.

Comece fazendo um levantamento das receitas, despesas, dívidas e investimentos, se houver. É bom ter o hábito de compartilhar isso de vez em quando, à medida que seu quadro financeiro muda.

2) Mantenha uma lista de informações da conta e armazene-a em um local seguro.

Verifique se os dois têm acesso às contas online. Crie uma lista que inclua números de conta, nomes de usuário, perguntas de segurança e senhas. Existem muitas opções disponíveis para salvar com segurança a lista digitalmente ou imprimi-la e armazená-la em uma caixa à prova de fogo. Lembre-se de informar ao seu cônjuge ou à pessoa de sua confiança como acessar o arquivo e atualizá-lo quando necessário.

3) Tenha um plano.

Certifique-se de planejar o que acontecerá e quem administrará suas finanças se um dos dois ficar doente ou vier a faltar inesperadamente. Outro ponto que deve ser levado em consideração é a possibilidade de criar uma procuração para que você tenha alguém para pagar suas contas ou tomar decisões financeiras se não puder mais fazê-lo por conta própria (por exemplo: pessoa incapaz).

Se as dúvidas em relação às finanças persistirem mesmo após a reflexão familiar, você poderá buscar apoio de um profissional habilitado.Um especialista em finanças pessoais lhe ajudará a lidar com a gestão do orçamento, como  sair das dívidas, planejamento de curto e longo prazos, investimentos de acordo com os seus objetivos de vida e perfil de investidor, entre outros assuntos. O mais importante é que você tenha um planejamento financeiro onde todos os entes familiares tenham conhecimento das finanças da casa e que o plano seja revisto e atualizado periodicamente.


Referências:

Artigo “Planning your finances for an uncertain future”. Disponível em: https://www.consumerfinance.gov/about-us/blog/planning-finances-uncertain-future/

Artigo “Sharing financial information with your spouse now to avoid problems later”. Disponível em:https://www.consumerfinance.gov/about-us/blog/share-financial-information-your-spouse-now-avoid-problems-later/